Voz da UBE

União Brasileira de Escritores

 

União Brasileira de Escritores - secção de Pernambuco

Boletim Informativo - 06 de novembro de 2005

Sociedade dos Poetas Vivos de Olinda lança 5ª Antologia

Na foto, o escritor Olímpio Bonald Neto acompanhado da esposa, Zenaide Bonald, e da presidente da Academia do Nordeste, Bernadete Serpa

No dia 13 de novembro, a partir das 16 horas, a Sociedade dos Poetas Vivos de Olinda estará lançando a 5ª Antologia em grande evento no Instituto Histórico de Olinda, na Avenida Liberdade, 214, no Carmo. A antologia, uma bela produção de Olímpio Bonald Neto, Madalena Castro, Maria Pereira e Selma Ratis, reúne poemas de 23 poetas, incluindo Elizabeth Brandt e Carlos Cavalcanti, entre outros, foi prefaciado pela escritora Rosalia Dinelli. Um excelente programa para quem gosta da boa poesia.

UBE abrirá inscrições para o concurso literário 'Josepha Máximo Ferreira'

De 15 de novembro a 31 de janeiro de 2006 a UBE estará aceitando inscrições para o prêmio 'Josepha Máximo Ferreira', que vai premiar os poemas escolhidos pela comissão julgadora. O concurso homenageia a mãe do poeta Lúcio Ferreira. Informações sobre o concurso podem ser obtidas através dos telefones 3441-7488 e 3271-3656.

Giselda Moura lança 'O Retorno da Águia'

Durante 12 horas da 2ª feira, 07 de novembro, das 07 às 19 horas, a escritora Giselda Moura estará no hall principal do Hospital das Clínicas, na Cidade Universitária, lançando o livro 'O Retorno da Águia'. Os poetas Vital Corrêa de Araújo e Lúcio Ferreira já confirmaram presença.

Quarta às quatro revela atrizes

O projeto 'Quarta às quatro', que ocorre todas as 4ª feiras às 16 horas, no pátio da UBE, vem ganhando força e já envereda pelas artes cênicas. Entre as revelações da UBE-PE, destacam-se as jovens atrizes Angélica Zênite, Amanda Alves, Lúcia Maciel, Socorro Costa e Manuel de Barros Lima. Entusiasmado com a companhia teatral que se forma, o poeta Lúcio Ferreira está preparando roteiro para a dramatização de poemas do livro 'G´Dausbahh', de Alexandre Santos, prestes a ser lançado. 

Lourival Holanda publica ensaio sobre romance de Maria Cristina Cavalcanti

O  caderno cultural do jornal O Estado de S.Paulo publicou ensaio do professor Lourival Holanda sobre o romance 'Luz do Abono', da escritora Maria Cristina Cavalcanti, inspirado na vida do juiz de direito e avô-poeta do escritor Vital Corrêa de Araújo.

Ainda repercute discurso de Waldênio Porto na abertura do I Congresso das Academias de Letras do Nordeste

Ainda repercute o vigoroso discurso pronunciado pelo escritor Waldênio Porto, presidente da Academia de Letras de Pernambuco, por ocasião da abertura do I Congresso das Academias de Letras do Nordeste por ocasião da V Bienal Internacional do Livro, ocorrida em Recife entre 07 e 16 de outubro. No discurso, o presidente Waldênio Porto denunciou o colonialismo cultural que se pretende impor ao Nordeste do país, co-responsabilizando livrarias e editoras pelo desrespeito ao povo da região (CLIQUE AQUI E LEIA A ÍNTEGRA DO PRONUCIAMENTO).

Jairo Nunes Bezerra coloca trabalhos na Usina de Letras


O escritor Jairo Nunes Bezerra colocou alguns textos na homepage www.usinadeletras.com.br. Jairo Nunes orienta que, para ler seus textos, basta clicar no link 'Autores' na parte superior da página. Vale à pena visitar.

Ainda repercute lançamento da "Luz do Abismo', de Maria Cristina Cavalcanti de Albuquerque

Ainda repercute o lançamento do livro 'Luz do Abismo', da escritora Maria Cristina Cavalcanti de Albuquerque, ocorrido na Livraria Cultura, no dia 25 de agosto.

Cyl Gallindo fará apresentação do romance 'O moinho' na abertura do Projeto 'A ficção em Pernambuco', na Livraria Saraiva

O escritor e crítico literário Cyl Gallindo fará a apresentação do romance 'O moinho', de Alexandre Santos, na abertura do Projeto 'A ficção em Pernambuco' no Espaço Manoel Bandeira, na  Livraria Saraiva, no Shopping Center Recife, às 19 horas da 6ª feira, 27 de outubro. O romance 'O moinho' foi publicado pela editora Bagaço em 2001 e será lançado internacionalmente em Havana pelo Editorial Arte y Literatura, por ocasião da festejada Feira Internacional de Cuba. Na programação, além do autor, que explicará o seu processo criativo, falarão o escritor Cyl Gallindo, que fará uma análise do livro, o editor Arnaldo Afonso, o publicitário José Nivaldo jr e o presidente da UBE-PE, Vital Corrêa de Araújo, idealizador do projeto.

Carmen Camelo prepara estréia com 'pé direito'

Nos dias 10 e 11 de novembro, a pintora Carmen Camelo estará expondo seus quadros no Memorial da Medicina de Pernambuco, na Praça do Derby, em Recife. A vernissage ocorre a partir das 19 horas da 5ª feira, 10 de novembro.

UBE prorroga prazo de inscrição para o concurso literário 'Menção Joaquim Cardozo'

Na 5ª feira, 03 de novembro, em reunião na sede da União Brasileira de Escritores - secção de Pernambuco, os escritores Vital Corrêa de Araújo e Lúcio Ferreira e o presidente do Clube de Engenharia, o escritor engenheiro Alexandre Santos, resolveram prorrogar o prazo de inscrição para o concurso literário 'Menção Joaquim Cardozo' até o dia 31 de janeiro de 2006. No entender do presidente da UBE-PE Vital Corrêa de Araújo, 'a prorrogação vai possibilitar a descoberta de mais talentos literários escondidos no vasto campo da técnica'. A Menção Joaquim Cardozo visa premiar poemas e contos escritos por engenheiros, arquitetos, geólogos, agrônomos e demais profissionais ligados a área técnica.

Lembrete

Atualize sua contribuição à UBE.

Maria Lúcia Sobral Pessoa comemora sucesso de 'O despertar do Eu"

A escritora Maria Lúcia Sobral Pessoa ainda comemora o sucesso do lançamento do livro 'O despertar do Eu", publicado pela editora LivroRápido. O livro foi lançado em 1º de setembro em marcante evento no Espaço Passárgada.

 
 

Aconteceu

15 de setembro. Lançamento de 'Fênix, 3º livro de poemas e crônicas de Virgínia Leal, no Espaço Pasárgada, com a presença de vários escritores, inclusive Vital Corrêa de Araújo, presidente da UBE, e integrantes do Grupo Literário Celina de Holanda.

04 de novembro. O Hospital Português comemorou seu sesquicentenário com extensa programação que começou às 17h00, com missa em Ação de Graças, e prosseguiu com sessão solene no salão nobre, com entrega do prêmio Virtude e medalhas comemorativas.

Suplemento Cultural do Diário Oficial destaca poesia de Vital Corrêa de Araújo

Em sua edição de outubro, o suplemento cultural do Diário Oficial do Estado de Pernambuco apresentou em sua contracapa um conjunto poético do escritor Vital Corrêa de Araújo, presidente da UBE-PE. Sob o título geral de 'Diário do acaso', o jornal publicou a seqüência 'Uma definição', 'Inexistir', 'Parto da verdade ou maiêutica' e 'Perto dos tempos'.

Osman Godoy prepara novo filme sobre Frei Caneca

No rastro de sucesso de 'O Mensageiro', o cineasta pernambucano Osman Godoy está filmando outro filme sobre Frei Caneca. Parte da obra que está sendo rodado no espaço Paulo Cavalcanti, no solar de Casa Forte, sede da UBE-PE. As escritoras Rosa Lia Dinelli, Virginia Leal e Amanda Alves participam das filmagens.

Inscrições para o 3º Concurso de Contos 'Luís Jardim' vai até 24 de novembro

As inscrições para 3º Concurso de Contos Luís Jardim, instituído pela Biblioteca Pública de Casa Amarela com o objetivo de incentivar, descobrir e divulgar novos talentos na literatura pernambucana vai até o dia 24 de novembro.

Agenda

25 de novembro - A ficção em Pernambuco. Discussão sobre o romance 'O moinho', de Alexandre Santos, no Espaço Manuel Bandeira, na Livraria Saraiva, no Shopping Center Recife.

27 de novembro. Lançamento da Agenda do Poeta 2006, reunindo 41 poetas e escritores, com a participação de Geninha da Rosa Borges, que interpretará trechos dos trabalhos publicados, às 17 horas, na Academia Pernambucana de Letras.

Diretoria Executiva

Vital Correia de Araújo

Presidente

William Ferrer Coelho

Presidente Emérito

Waldemar Lopes

1º Vice-Presidente

Raimundo Carero

2º Vice-Presidente

Lúcio Ferreira

Vice-presidente

Alexandre Santos

Administrador-Geral

Coordenação Editorial

Alexandre Santos

Este boletim informativo da UBE-PE tem circulação quinzenal, sendo distribuído gratuitamente às pessoas e entidades constantes do seu banco de dados.

Indique um amigo para
receber o informativo da UBE através de e-mail dirigido a coordenação editorial

Notícia de interesse

03/11/2005 - 18h17
Unesco diz que 50% dos idiomas podem desaparecer no século XXI

Bruxelas, 3 nov (EFE).- A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) alertou que cerca da metade dos 6 mil idiomas falados atualmente no planeta correm o risco de desaparecer ao longo século XXI, possibilidade agravada pelo uso de novas tecnologias como a Internet.

Em um relatório intitulado "Rumo às sociedades do conhecimento", publicado hoje simultaneamente em Bruxelas, Paris, Genebra e Nova York, a Unesco explica que as novas tecnologias, apesar de oferecerem vantagens, podem acelerar a "extinção" de certos idiomas ao favorecer a "homogeneização" em lugar da diversidade.

"Três em cada quatro páginas na Internet estão escritas em inglês. No entanto, o número de internautas cuja língua materna não é o inglês excede os 50%, porcentagem que aumenta", declara o documento.

A Diretora Geral Adjunta desta organização, Françoise Rivière, explicou em entrevista coletiva que as línguas mais ameaçadas são as menos divulgadas e especialmente as faladas em países africanos.

O documento indica que "segundo alguns lingüistas, o fenômeno da extinção dos idiomas está ocorrendo inclusive em maior escala, de forma que entre 90% e 95% das línguas atuais pode desaparecer em um século".

Para garantir sua preservação, a Unesco recomenda que os países incentivem a aprendizagem de dois ou três idiomas desde o ensino fundamental e pede ao setor público e privado que invistam mais na tradução dos softwares e no desenvolvimento de conteúdos de Internet em alfabetos diferentes do latino.

O documento observa a diferença entre as sociedades do conhecimento, que originam progressos sociais, éticos e políticos, e as da informação, baseadas em "progressos tecnológicos que se arriscam a disseminar pouco mais que um conjunto de informação indiscriminada" à qual é necessário ter habilidade para aproveitar.

Como exemplo desta habilidade, o documento cita o caso do município de El Salvador, no Peru, criado em 1971 em uma região deserta há cerca de vinte quilômetros de Lima, onde foi estimulada a construção de escolas e centros educativos, e que alcançou uma taxa de escolaridade de 98% e o menor nível de analfabetismo do país.

O documento pede aos países que favoreçam o acesso universal às tecnologias da informação e da comunicação para reduzir a brecha existente entre os países do norte e os do sul.

Segundo o relatório, só 11% da população mundial tem acesso à Internet e 90% desses usuários vive em países industrializados.

No entanto, também há diferenças nesses países, onde "uma grande parte da população", e em particular os idosos, os incapacitados, os emigrantes e os grupos sociais mais desfavorecidos, estão excluídos da "revolução" tecnológica.

Para superar os problemas, a organização aconselha a difusão e o uso do software livre e de computadores acessíveis nos países em desenvolvimento, a criação de mais centros públicos de acesso à Internet e a elaboração de conteúdos adaptados aos grupos desfavorecidos.

O relatório enfatiza a necessidade de investir mais na educação de qualidade para assegurar a igualdade de oportunidades e sugere que os países doadores facilitem os "recursos adicionais para alcançar o objetivo de uma educação universal" nos países pobres.

Além disso, defende que universidades, museus, bibliotecas e outros centros culturais permitam o livre acesso à toda a informação que seja de domínio público, ou seja, que não é mais protegida pelos direitos de propriedade industrial ou intelectual.

A Unesco aconselha a colaboração entre regiões e países e uma maior cooperação em relação ao meio ambiente, onde deveria ser criado um sistema de alarme global para enfrentar catástrofes naturais como furacões ou tsunamis, afirmou a diretora adjunta da Unesco.

A organização também recomenda a elaboração de normas que permitam aos usuários de Internet identificar a informação mais confiável e maiores esforços para aumentar a participação feminina na sociedade do conhecimento.